Blog de Alexandre Rangel -- novembro 2014 Arquivo (4)

Recompense os comportamentos corretos

Um homem que estava pescando olhou pela borda de seu barco e viu na água uma cobra com um sapo na boca. Sentindo pena do sapo, curvou-se, tirou cuidadosamente o sapo da boca da cobra e o soltou. Mas logo também sentiu pena da cobra faminta. Não tendo comida para lhe oferecer, pegou uma garrafa de uísque e derramou algumas gotas na boca da cobra, que foi embora feliz da vida. O sapo também estava radiante, o pescador mais satisfeito ainda consigo mesmo pelas boas ações praticadas. Pensou que…

Continuar

Adicionado por Alexandre Rangel em 27 novembro 2014 às 9:00 — Sem comentários

Se quiser que as coisas funcionem, acompanhe tudo de perto

Um granjeiro pediu certa vez a um sábio que o ajudasse a melhorar a produtividade de sua granja, que estava apresentando um baixo rendimento. O sábio escreveu algo em um pedaço de papel, colocou em uma caixa, fechou e entregou ao granjeiro, dizendo:

— Leve esta caixa por todos os lados da granja, três vezes ao dia, durante um ano.

Assim fez o granjeiro. Pela manhã, ao ir ao campo segurando a caixa, encontrou um empregado dormindo, quando deveria estar trabalhando. Acordou-o e…

Continuar

Adicionado por Alexandre Rangel em 20 novembro 2014 às 9:00 — Sem comentários

Você é quem constrói sua empresa

Um carpinteiro estava para se aposentar. Ele contou ao chefe seus planos de largar o serviço de carpintaria e de construção de casas para viver uma vida mais calma com a família. Claro que um salário mensal faria falta, mas ele desejava muito a aposentadoria. O dono da empresa sentiu em saber que perderia um de seus melhores empregados e lhe pediu que construísse uma última casa como um favor especial.

O carpinteiro consentiu, mas com o tempo se via que seus pensamentos e seu coração…

Continuar

Adicionado por Alexandre Rangel em 13 novembro 2014 às 9:00 — Sem comentários

Fale, mas fale com conteúdo

Esta história reflete o comportamento de muitas empresas e pessoas que gostam de fazer muito barulho, mas que no fundo, no fundo não demonstram ter muito conteúdo:

Certa manhã, meu pai me convidou para dar um passeio no bosque. Eu aceitei com prazer. Depois de um tempo, paramos para descansar numa clareira. Após um breve silêncio, ele me perguntou:

— Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?

Apurei os ouvidos por alguns segundos e…

Continuar

Adicionado por Alexandre Rangel em 6 novembro 2014 às 9:00 — Sem comentários

© 2019   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço