Conhecer a história evita erros gerenciais no presente

Estive na Câmara Americana de Comércio no evento com Dave Ulrich, especialista em gestão de pessoas e, em dado momento, ele questionou a quantidade de energia que as pessoas gastam com o governo no Brasil. Segundo ele, as pessoas deveriam perder menos tempo com isso. 

Entretanto, me parece que ele ignora que a crise que vivemos é fruto de escolhas políticas infelizes. Além disso, a carreira de cada indivíduo se desenvolve dentro de uma empresa, que está em um mercado, que é influenciado pela economia. E esta última depende da política. Portanto, interessar-se pela política é conhecer e influenciar o futuro da própria carreira.

No mesmo evento, surpreendeu-me que havia executivos que afirmaram que, até 2013, não sabiam que haveria uma crise em 2014. Como isso é possível? Afinal, a história, a ciência e os fatos mostram que nenhum país onde ideias comunistas foram implantadas deixou de passar por severas crises. Portanto, não apenas executivos, mas ninguém pode afirmar que não sabia que o Brasil passaria por uma crise.

Portanto, em sua carreira, quanto mais energia você dedicar a compreender a luta pelo poder, no Brasil e no mundo, a política e o momento histórico que vive, maiores suas chances de sucesso. Por mais competente e dedicado que seja, as decisões políticas equivocadas e criminosas são forças gravitacionais gigantescas que o puxarão para baixo.

O mínimo que se deve demandar de líderes executivos, empresariais e políticos, é que conheçam a história, interessem-se pela administração como ciência e usem o que funciona por motivos científicos, factuais e históricos. Está mais do que na hora de adotarmos, nas empresas e no Brasil, fundamentos mais sólidos na administração e na liderança. Afinal, carisma, eloquência e má índole já vimos que formam uma combinação poderosa e inebriante, mas destinada ao fracasso.

Vamos em frente!

Exibições: 141

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2020   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço