Certa vez um caçador recebeu de um feiticeiro uma flauta mágica que, ao ser tocada, enfeitiçaria os animais, fazendo-os dançar. Desse modo, o caçador teria facilitada a sua ação. Entusiasmado com o instrumento, o caçador organizou uma caçada e convidou dois outros amigos caçadores. Logo no primeiro dia, o grupo se deparou com um feroz tigre. De imediato, o caçador pôs-se a tocar a flauta e, milagrosamente, o tigre, que já estava próximo de um de seus amigos, começou a dançar. Foi fuzilado à queima roupa. Horas depois, a caravana foi atacada por um leopardo que saltava de uma árvore. Ao som da flauta, contudo, o animal transformou-se: de agressivo, ficou manso e dançou. Os caçadores não hesitaram: o mataram com vários tiros. Ao final do dia, o grupo encontrou pela frente, um leão faminto. A flauta soou, mas o leão não dançou. Ao contrário, atacou um dos amigos e em seguida matou o outro. O tocador de flauta, desesperadamente, fazia soar as notas musicais, mas sem resultado algum. O leão não dançava. E enquanto tocava e tocava, o caçador foi devorado. Isso aconteceu porque ele não percebeu que o leão faminto era surdo e, portanto, não escutava o som mágico da flauta. A moral dessa história é que não devemos confiar cegamente nos métodos que sempre deram certo; um dia podem não dar.

Tenha sempre plano de contingência; prepare alternativas para as situações imprevistas; analise as possibilidades de erro e prepare-se. Esteja atento às mudanças e não espere as dificuldades para agir. "CUIDADO COM O LEÃO SURDO".

Exibições: 24

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2017   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço