Esta história reflete o comportamento de muitas empresas e pessoas que gostam de fazer muito barulho, mas que no fundo, no fundo não demonstram ter muito conteúdo:

Certa manhã, meu pai me convidou para dar um passeio no bosque. Eu aceitei com prazer. Depois de um tempo, paramos para descansar numa clareira. Após um breve silêncio, ele me perguntou:

— Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?

Apurei os ouvidos por alguns segundos e respondi:

— Estou ouvindo o barulho de uma carroça.

— Isso mesmo — disse meu pai. — Uma carroça vazia...

— Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos? — perguntei a ele.

— Ora — respondeu meu pai —, é muito fácil saber que uma carroça está vazia: quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz.

Tornei-me adulto e, até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, de maneira inoportuna, interrompendo a conversa de todo mundo, tenho a impressão de ouvir a voz de meu pai dizendo:

— Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...

*Sócio-fundador da Alliance Coaching, Alexandre Rangel compartilha histórias e lições de cooperação, liderança e motivação do seu livro O que podemos aprender com os gansos.

Exibições: 371

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2024   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço