Por que você deve imitar o Wendell Lira?

Nós, brasileiros, não somos muito incentivados a planejar nossas vidas. Essa é uma das principais razões da desorientação observada em muitos nas suas respectivas carreiras. Entretanto, mesmo aquele que planeja deve tomar cuidado com o foco estreito demais em suas metas. Não há nada de errado em desejar ser o presidente da empresa, mas, se somente isso for lhe trazer felicidade, você pode estar cometendo um erro terrível.

Afinal, tornar-se presidente envolve tantos elementos incontroláveis, que você pode frustrar-se mesmo após ter tido uma carreira espetacular, por não ter chegado onde desejava. É o excesso de foco. Não cometamos nenhuma injustiça aqui: ter foco é uma grande qualidade. Entretanto, todas as nossas qualidades, se não forem cerceadas, após certo limite, provocam uma vida que não desejamos.

Nesse exemplo, é preferível desejar ser um executivo de classe internacional a fechar-se de maneira tão específica quanto querer alcançar a presidência. É nesse sentido que o exemplo de Wendell Lira deve ser observado. Wendell foi o jogador que ganhou o Troféu Puskas de gol mais bonito de 2015, prêmio concedido pela Fifa. Na disputa, ele bateu ninguém menos que Messi.

Entretanto, passados seis meses de sua conquista, o jogador declarou que encerrara a carreira. O motivo: recebeu uma oferta para ser jogador profissional de videogame, um gamer. Ele terá um canal no YouTube e se prepara para jogar o campeonato mundial.

O que podemos aprender com o exemplo de Wendell?

Quando você se fecha excessivamente em uma meta, é como se colocasse um antolho em si mesmo. Você somente enxerga a meta principal e perde todas as oportunidades que aparecem e que não estejam alinhadas a ela. 

Agora, o que acontece se você mantiver a mente aberta? Se não se fechar de maneira absoluta em um objetivo final para sua carreira? A vida pode ser mais surpreendente, interessante e cheia de possibilidades do que você jamais imaginou. Há alguns anos não seria possível alguém viver de jogar videogame. Hoje, sim!

Que possibilidades existem para você e às quais você está resistindo? Abra sua mente, veja com bons olhos atividades que nunca existiram como fonte de renda, mas que agora são possíveis. Ser capaz de criar sua própria profissão é uma dádiva.

Outro aprendizado importante na história de Wendell é que é importante você gostar de mais de uma atividade. Além do futebol, ele adorava videogames. Assim como ele, quando você gosta de muitas coisas, fica mais fácil abrir mão de um caminho para dedicar-se a outro. Pois você gosta de ambos. Principalmente em momentos de crise, temos de ter alternativas.

Às vezes, é essa capacidade de abrir mão de uma meta rígida para abraçar algo diferente que acaba por se tornar o sucesso consistente que tanto buscamos.

O ponto principal é esse: você não pode abrir mão de seu sucesso, tanto quanto não pode abrir mão de si mesmo, como indivíduo com potencial para tornar-se quem deseja. Por essa razão, criar alternativas para si somente é possível, se buscar consistentemente novos gostos, ou seja, atividades que também o preencham de satisfação e o realizem.

Wendell será feliz como gamer? Impossível dizer. Mas ele é feliz por ter a possibilidade de viver uma oportunidade totalmente alinhada com seus sonhos e desejos mais profundos.

O mundo precisa de pessoas que saibam conscientemente quais são seus planos mais importantes. E que consigam, individualmente, ser capazes de lutar por eles com liberdade, para alcançá-los e ser muito felizes.

Essa busca também é um direito seu. Vá em frente!

Exibições: 147

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2019   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço