MOTIVAÇÃO E AS ADVERSIDADES DA CARREIRA

Elon Musk alertou que está com um péssimo pressentimento para os próximos meses na economia. Além de pedir para os profissionais de escritório retornarem imediatamente a seus postos, também determinou um congelamento nas contratações e um estudo para a demissão de 10% de sua mão-de-obra.

Se o homem mais rico do mundo está um tanto desanimado com o futuro, imagine o resto – com todo respeito aos demais bilionários, é claro.

Nesta semana, em uma conversa com um executivo de uma multinacional, ele me dizia que tinha perdido totalmente a energia devido a um chefe desrespeitoso e que, além de não saber desenvolvê-lo, não tinha a menor noção de como dar um feedback.

Entretanto, entre ele marcar uma reunião comigo para uma orientação de carreira e nos encontrarmos, para sua surpresa, o seu chefe pediu demissão. Mesmo assim, ele está determinado a sair e, portanto, imagino que a empresa estará com um desfalque importante em uma de suas áreas estratégicas.

Como se motivar em um cenário onde há uma péssima perspectiva econômica mundial e chefes à beira de um ataque de nervos?

ADVERSIDADE E AUTODESENVOLVIMENTO

Por alguma razão inexplicável algumas empresas possuem um CHO – Chief Happiness Officer (Diretor de Felicidade), mas não um CRO - Chief Reality Officer (Diretor de Realidade), ou um Chief Adversity Officer (Diretor de Adversidade).

As empresas estão precisando mais dos dois últimos do que do primeiro.

É verdade que há momentos muito felizes em nossas vidas e alguns deles são vividos no trabalho. Mas, imaginar que todos estão em estado de flow na maior parte do tempo é uma ilusão.

O mais comum é termos muita pressão, prazos exíguos, orçamentos inadequados e chefes sem noção e o devido preparo para a liderança de pessoas.

Mas, isso não significa que somos vítimas da situação e que não há nada a fazer. Pelo contrário, são em momentos adversos que você deve buscar a superação pois ela não aparece com frequência em bons momentos. Qualquer pessoa que já teve uma doença grave a superar sabe do que estou falando.

Um erro comum é o profissional deixar de lado o seu condicionamento físico. É muito difícil dissipar a adrenalina provocada pelas adversidades sentado em frente a um computador.

Você precisa se mexer.

Também não recomendo você aguentar as adversidades sem nunca se premiar por fazê-lo. Isto é, de tempos em tempos, não custa nada uma ligação para uma pessoa que você admira ou ama, um café ou happy hour com amigos e, é claro, planejar uma viagem futura.

Seres humanos são tridimensionais, pare de se relacionar somente com uma tela bidimensional. Encontre pessoas!

Dou essas sugestões porque, quando você não sabe por quanto tempo terá de aguentar uma adversidade, você tem de focar na sua energia pois, se a perder, então não conseguirá sair da situação em que se encontra e chegar aonde deseja.

VOCÊ É UM ATLETA DE ALTA PERFORMANCE

Um executivo é muito parecido com um atleta em um esporte de alta performance. Se você pensar na Fórmula 1, o objetivo não é chegar 1 minuto na frente do segundo colocado, mas 1 milésimo de segundo.

Entretanto, este milésimo é muito difícil de ser conseguido.

O mesmo ocorre com você.

É por isso que um piloto possui telemetria, uma equipe nos boxes, médico, massagista, fisioterapeuta, terapeuta, personal etc.

Ou seja, ele pilota sua carreira, digo, seu carro, sozinho, mas têm uma equipe de apoio ao seu redor que quase nunca é vista ou conhecida pelo público.

Mesmo que sua empresa, ou você, não tenha recursos para contratar um mentor ou coach, você pode ter uma equipe a lhe auxiliar ao escolher bem quais autores acompanhar, ler bons livros, escolher bons filmes e podcasts.

Afinal, quando suas idéias não são suficientes para resolver seus problemas, você tem de beber em novas fontes.

Cuidado para não se fechar excessivamente e achar que tem de resolver tudo sozinho.

Também tenha cuidado para não achar que a companhia deveria lhe dar tudo.

Lembre-se, muitas empresas estão em uma luta de vida ou morte pela sua própria sobrevivência. Querer que elas se salvem e salvem alguns empregos, já é muito. Querer que elas façam isso e ainda lhe dê um plano de carreira seguro é pedir o impossível.

Você terá de se responsabilizar pelo seu plano de carreira e por sua automotivação.

Ou seja, busque um equilíbrio entre recursos fornecidos pela empresa e autodesenvolvimento.

Se enfrentaremos uma forte crise financeira internacional, como prevê Elon Musk, prepare-se física, intelectual e espiritualmente.

Infelizmente, os presidentes americanos fazem de tudo para que uma crise não estoure em seus mandatos. Para isso, autorizam o banco central americano a emitir dólares ao Deus dará e o resultado é uma enorme desordem mundial.

É nesta nova desordem mundial que nos encontramos.

Ao mesmo tempo que muitos sucumbirão por não entender o que ocorre, outros terão uma lucidez incrível a respeito de como navegá-la e encontrar oportunidades: de negócios, de carreira e de vida.

Que você seja uma dessas pessoas.

Conte comigo para isso.

Vamos em frente!

Silvio Celestino

Sócio-diretor da Alliance Coaching

www.silviocelestino.com.br

silvio.celestino@alliancecoaching.com.br




Exibições: 1

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2022   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço