Algumas pessoas miram muito baixo em suas carreiras. Essas escolhas as deixam vulneráveis às transformações do mundo e suas consequências. Para que isso não ocorra com você, mantenha em alta sua motivação para o autodesenvolvimento contínuo. Por vezes, apenas ser um profissional acima da média não é suficiente para manter a empregabilidade, você precisa pertencer à elite de sua profissão! Se possível, ser o número 1.

É ótimo ter um emprego e uma vida confortável, mas se quiser fazer diferença para si mesmo, sua família, a empresa em que trabalha e o mundo, você deve querer mais do que apenas sobreviver, deve pensar em como crescer, amadurecer para ter maiores responsabilidades e ser capaz de fazer cada vez mais.

Muitos não conseguem chegar a fazer parte do grupo dos melhores de sua profissão porque procuram se auto orientar. Tentam se desenvolver sozinhos e, mesmo com recursos, não investem o suficiente em suas carreiras para galgar degraus maiores. Campeões olímpicos, como Michael Phelps, não tinham um treino comum. Sua rotina era rigorosa, com muito método e disciplina. Além de sacrifícios que envolviam ignorar datas como natal e outros feriados. Quer pertencer à elite? Terá de se manter com fome, mesmo já tendo comido muito. O Brasil precisa incentivar mais as pessoas a ir além, a superar seus limites. Ainda temos uma cultura da sobrevivência, isso não é suficiente para desenvolver o País.

Mas, para aqueles que desejam ser os melhores, é importante seguir alguns caminhos. 

Um primeiro passo importante é descobrir quem são aqueles que estão, ou estiveram, no topo da mesma carreira que a sua. Afinal, se você quiser chegar lá, terá de saber quem terá de superar. Michael Phelps queria superar a marca histórica do nadador americano Mark Spitz, que conquistou sete medalhas de ouro nos Jogos de Munique, em 1972. Saber tudo sobre quem já chegou ao topo é um passo importante em seu preparo. Qual a história dessas pessoas? Como fizeram? Quem as auxiliou a chegar lá? Além de conhecimento, com certeza você encontrará muita motivação para seguir em frente.

Outra descoberta fundamental é saber qual é a melhor escola para aprimorar profissionais em sua área de atuação. Procurar pelos principais cursos nas melhores escolas é um fator de sucesso. Saiba que vivemos em um mundo no qual as pessoas preferem ensinar do que aprender. Com isso, tem muita gente ensinando e é difícil descortinar os melhores professores e coaches em meio à tanto marketing. Por isso a importância de saber onde eles se encontram. Escolha com o mesmo critério dos profissionais que estão no topo.

O principal motivo de você escolher os melhores professores e coaches é que eles lhe ensinarão o método apropriado de desenvolvimento. Uma falha grande de muitos profissionais é que, ao tentarem se auto orientar, treinam excessivamente, ficam cansados e nunca atingem a melhor performance. Não é a quantidade de treino que conta, mas a quantidade balanceada entre tempo de treino, descanso e outros fatores que fornecem um equilíbrio de todas a dimensões humanas. Somente o método apropriado permite ao profissional atingir o seu melhor, sem causar danos em outras áreas de sua vida. Inclusive ao seu futuro. Afinal, não adianta chegar ao topo para lá ficar somente por pouco tempo, e depois sucumbir ao estresse.

Existe um certo tabu no Brasil quanto a ser o melhor. Em outros países, aqueles que estão no topo são admirados, respeitados, estudados e copiados. Aqui considera-se que aqueles que chegaram ao topo o fizeram somente por talento, vontade divina ou alguma fraude. É fato que somos frutos de nossa cultura, mas também agentes de sua transformação. Precisamos modificar nossa forma de ver o sucesso. As gerações futuras merecem ser desenvolvidas tendo como modelos aqueles que chegaram ao mais alto nível de suas profissões.

 

Nunca aceite a mediocridade, não importa qual seja sua condição socioeconômica ou as dificuldades indescritíveis pelas quais já passou. Se quiser fazer o máximo por si mesmo e para o mundo, faça o que for necessário para pertencer à elite de sua profissão. Vamos em frente!

 

Para trocarmos ideias no facebook: Silvio Celestino

Para me seguir no Twitter: @silviocelestino 

Exibições: 1028

Comentar

Você precisa ser um membro de Alliance Coaching para adicionar comentários!

Entrar em Alliance Coaching

© 2019   Criado por Silvio Celestino.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço